FESTIVAL MOTIM- UM EVENTO PELA COMUNICAÇÃO

 

foto por Laís Tavares e Eduarda Nóbrega

Na Sexta-Feira (10), ocorreu um MOTIM no Centro de Artes e Comunicação (CAC), da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Festival organizado pelos estudantes e docentes do Curso de Graduação de Rádio, TV e Internet, o MOTIM surge como uma renovação da Semana de RTVI, e contou com uma programação diversa e fundamental a todas as pessoas que possuem interesse na área de comunicação. 

foto por Laís Tavares e Eduarda Nóbrega

Pelo segundo ano consecutivo de realização, o evento ofereceu as oficinas “Iniciando um Pequeno Negócio” e “Branding Para a Comunicação” patrocinadas, respectivamente, pelas empresas Berlim Digital Cursos de Marketing e Consultoria de Branding Above. Além disso, destacam-se o minicurso sobre “Youtube e Redes Sociais”; o pré-lançamento do livro “Na Terra do Podcast” de Lina Fernandes; e a mesa redonda, na qual o Professor Alexandro de Jesus (UFPE) e Marthiene Oliveira (Coletivo Sargento Perifa) debateram sobre “Comunicação Antirracista”, mediada pela Professora Ana Veloso (DCOM/UFPE). 

 

foto por Laís Tavares e Eduarda Nóbrega

Marcelo Costa, estudante de Rádio, TV e Internet, foi um dos monitores do festival e relata que o evento é fundamental aos estudantes do curso, uma vez que expõe diversas possibilidades existentes no mercado de trabalho.”Todas as oficinas e palestras ofertadas podem ser utilizadas para ampliar o conhecimento, e também aumentar a visão de horizonte sobre qual setor da comunicação a pessoa mais se identifica”. E continua: “todo o evento foi pensado para os alunos de Rádio, TV e Internet, e também para o público geral, de forma a  tornar o curso mais conhecido e popular.”

Luiza Helena é caloura do Curso de RTVI, e participou pela primeira vez do MOTIM. “Foi um evento de extrema importância. Fui em busca de socializar e fazer contatos, desenvolver minhas relações com meus colegas. Além, é claro, de aproveitar o tanto de aprendizado que pude ter com as palestras e workshops. Pra mim, tudo ali foi extremamente enriquecedor”, diz.

A sessão artística do evento foi gratuita e aberta ao público, sendo promovida por uma campanha de financiamento que incentivou os interessados a contribuírem com o pagamento de um valor simbólico para a realização das apresentações. Sob a perspectiva de valorizar músicos locais, o encerramento do MOTIM abarcou as performances da Banda Ânima, e das artistas Mayara Pera e Dandarona, que entregaram carisma e entretenimento em seus shows. 

foto por Laís Tavares e Eduarda Nóbrega

Englobando conhecimentos nas áreas de profissionalização e cultura, o festival se propôs a apresentar aos participantes maneiras de expandir suas percepções acerca do campo comunicacional e da cultura.